"Querem me derrubar? Tenho couro duro", diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a questionar nesta segunda-feira (7), a atuação de veículos de imprensa contra o governo. Ao deixar o Palácio da Alvorada, onde cumprimentou um grupo de simpatizantes, o mandatário afirmou que, apesar dos fortes ataques, ele se mantém firme no cargo.

– Eu lamento a imprensa brasileira agir dessa maneira. O tempo todo mentindo, distorcendo, difamando. Vocês querem me derrubar? Eu tenho couro duro, vai ser difícil. Continuem mentindo -disse.

No fim de semana, o presidente fez duras críticas aos jornais Folha de São Paulo e Correio Braziliense. No domingo (6), a Folha acusou a campanha de Bolsonaro de receber recursos, por meio de caixa dois, do esquema de candidaturas ilegais do PSL em Minas Gerais. Já o Correio, publicou uma reportagem sobre uma futura reforma ministerial que aconteceria após a aprovação da Previdência.

Nesta segunda, Bolsonaro voltou a reclamar do jornal do Distrito Federal, após a publicação afirmar que o presidente encaminhará ao Poder Legislativo um projeto de reforma administrativa, que deve prever o fim da estabilidade para servidores públicos.

– De novo hoje, capa do Correio Braziliense, que eu vou acabar com a estabilidade do servidor. Não dá para continuar com tanta patifaria por parte de vocês. Isso é covardia e patifaria. Nunca falei nesse assunto. Querem jogar o servidor contra mim. Como ontem a Folha de São Paulo querendo me ligar ao problema de Minas Gerais. Um esgoto a Folha de São Paulo – completou.

CONTINUAR LENDO

"Querem me derrubar? Tenho couro duro", diz Bolsonaro