Bolsonaro chama Doria de "bosta" e Witzel de "estrume" em reunião

Bolsonaro chama Doria de "bosta" e Witzel de "estrume" em reunião

O presidente Jair Bolsonaro criticou, durante reunião interministerial no dia 22 de abril, o governador de São Paulo, João Doria, e o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Os dois são inimigos políticos de Bolsonaro. Nas imagens da reunião, liberadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na tarde desta sexta-feira (22), o presidente chama Doria de “bosta”, enquanto Witzel é classificado como “estrume”.

O vídeo da reunião faz parte do inquérito do STF que apura suposta interferência política de Bolsonaro no comando da Polícia Federal (PF), cujo relator é o ministro Celso de Mello.

Em outro trecho, ainda se referindo a governadores e prefeitos que têm tomados medidas mais duras no combate à Covid-19, Bolsonaro diz: “Quero dar um recado para esses bostas”.

“Eu quero dar um puta de um recado para esses bostas porque eu não quero ditadura. Quem não aceitar as minhas bandeiras [que são] família, Deus, Brasil, armamento, liberdade de expressão, está no governo errado.”

Leia a matéria completa, clique aqui

RADIO ONLINE COMUNICAR ERRO